Junho / 2017
DSTQQSS
010203
04050607080910
11121314151617
18192021222324
252627282930
Não foi encontrado nenhum registro para o mês de Junho
IslamPráticasRecomendar o Bem e Proibir o Mal

Recomendar o Bem e Proibir o Mal

Deus Supremo revelou:

"E que surja de vós uma nação que evoque para o bem, ordene pelo obséquio e advirta contra o abominável. Aqueles serão os bem-aventurados".  Alcorão Sagrado (C. 3, V. 104).

A invocação para o bem e melhoria da sociedades, é uma grandiosa responsabilidade social, confirmada pelo Islam, o qual encarrega seus seguidores de depurarem o círculo islâmico contra a corrupção e a adulteração, divulgando o bem e a virtude, e convocando as pessoas para a fé e a crença no Islam e sua prática.

E a ordem pelo obséquio e a advertência contra o abominável e detestável, são duas das mais nobres obrigações no Islam, as quais representam um papel importantíssimo na sociedade islâmica, e expressam um papel importantíssimo na sociedade islâmica, e expressam o desenvolvimento espiritual da responsabilidade, o interesse pelos assuntos e problemas dos outros e o desejo sincero bem estar deles (usar de indulgência)... e finalmente, a saída do redemoinho do egoísmo.

Por isso, o Imám Jaafar "Assadeq" (as) disse: 

"Aquele que não se importa com os problemas dos muçulmanos, não é portanto, muçulmano".
O cumprimento individual das obrigações alusivas à Ordem pelo Obséquio e à Advertência contra o Abominável, é para a restauração e melhoria da vida social, porém, se houver dificuldade ou incapacidade para tal, por causa do individualismo disperso, deverão então se agrupar e formarem um grupo cooperativo e firme, a fim de poderem contar com os meios e estilos mais modernos para a convocação e recuperação social.

Extraído do livro: Os Princípios Islâmicos.

Links Relacionados
Palavras Iluminadas

“Quem se ilude com a sua própria opinião, extravia-se, quem se contenta com a sua mente comete um deslize, quem se ensoberbece se humilha.” Imam Ali (A.S.)


ARBIB - Associação Religiosa Beneficente Islâmica do Brasil - Departamento de Comunicação
Todos os direitos reservados à ARBIB - A reprodução é permitida, desde que citada a fonte