Dezembro / 2017
DSTQQSS
0102
03040506070809
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31
Não foi encontrado nenhum registro para o mês de Dezembro
IslamPráticasO Jejum

O Jejum

"O mês de Ramadan foi o mês em que foi revelado o Alcorão, orientação para a humanidade e evidência de orientação e Discernimento" - Alcorão Sagrado Capítulo 2 - Versículo 185.

"Açaum", ou seja, o jejum, é uma das obrigações do culto que Deus Glorificado determinou sobre o Responsável, conforme a Sua revelação:

"Ó crente, o jejum foi vos prescrito, assim como fora prescrito aos que vos antecederam...".

Alcorão Sagrado (Surat Al-Baqara - V.2, Versículo 183).

E também:

"... e aquele dentre vós que presenciou a Lua Nova deste mês (Ramadan), deverá jejuar, e aquele que se encontrar enfermo ou em viagem, jejuará depois o mesmo número de dias...".

Alcorão Sagrado (Surat Al-Baqara - C.2, Versículo 185).

O jejum é uma expressão de privar-se de comer, beber e outras adicionais, durante um mês completo, uma vez por ano, desde a madrugada até o crepúsculo, com a intenção de se aproximar de Deus Supremo.

O jejum tem seu papel importantíssimo na educação e no auto controle... no comportamento e na força de vontade, para a preservação da saúde moral e física, afastando-se assim, do mal, da luxúria e da concupiscência, natos no ser humano... e em contraste, cultivar o bem e a caridade, e sentir a dor da fome, a fim de usar de empate para com aqueles que a sentem por causa da pobreza e por falta de recursos, bem como, para sentir a igualdade com os outros jejuadores que compartilham no jejum coletivo naquele mês abençoado de Ramadan.

O Mensageiro de Deus (S.A.A.S.) dava uma particular atenção e importância a este grandioso mês, inclusive uma preservação e precaução especiais... e, conta-se que ele dizia: 

"Quando entrar o mês de Ramadan, deve-se libertar todo cativo e praticar a caridade para com aquele que pede ajuda".

E ele falava: 

"Aquele que praticou a caridade e o bem neste mês com seu semelhante, tem as devidas boas recompensas na vereda no Dia do Juízo Final".

E novamente, o Profeta Mohammad (S.A.A.S.) falou:

"De que serve o jejum ao jejuador, se ele não se precaver contra a sua língua, o seu ouvido e sua visão com todas as suas forças?!".

Extraído do livro: Os Princípios Islâmicos.

Links Relacionados
Palavras Iluminadas

“Deixo convosco duas preciosidades, o livro de Deus e os meus Ahlul Bait.” Profeta Mohammad (S.A.A.S.)


ARBIB - Associação Religiosa Beneficente Islâmica do Brasil - Departamento de Comunicação
Todos os direitos reservados à ARBIB - A reprodução é permitida, desde que citada a fonte